Golfer hitting golf shot with club on course while on summer vacation

Lesões no Golfe: conheça as mais comuns e saiba como se prevenir

Com a popularidade em alta entre profissionais e quem escolheu se dedicar ao esporte como hobby, o golfe é considerado uma das modalidades esportivas mais tranquilas e seguras, em virtude do baixo risco para lesões.

Apesar de lesões no golfe não serem assim tão comuns, elas podem acontecer. Por isso, a prevenção é sempre o melhor caminho quando se fala em esportes, independente da modalidade.

A seguir, conheça as lesões mais comuns entre os jogadores de golfe e saiba como se prevenir.

O risco de lesões no golfe

Nos clubes e nos campos, o esporte tem chamado a atenção dos brasileiros, além de jogadores do mundo todo.

Por ser uma modalidade mais tranquila em relação a outros esportes populares como futebol, vôlei e basquete, por exemplo, alguns jogadores acabam se descuidando. É quando as lesões no golfe começam a aparecer.

Entre as causas mais comuns estão a falta de aquecimento antes do jogo, o peso da bolsa com os equipamentos e o volume de treinos, que acaba levando à repetição de movimentos ou ao excesso de contrações musculares, principalmente dos membros superiores: coluna, punho, ombro, cotovelo e mão.

Conheça as lesões mais comuns para quem pratica o esporte

Alguns movimentos no golfe, como “swing”, “downswing” e “follow-through” podem sobrecarregar as articulações dependendo da forma como forem executados.

A maior parte das lesões ocorre na hora do impacto, quando o taco atinge o solo, uma pedra, raiz ou a grama alta.

A dor lombar é uma das lesões no golfe mais comuns entre os golfistas profissionais e amadores. Ela é seguida por lesões nos ombros e cotovelos. Por último, punhos e mãos.

  • Coluna: Estiramento da musculatura, lesões nas articulações facetárias e no disco intervertebral, espondilólise ou até fraturas.
  • Ombros: Artrose acrômio-clavicular e doença do impacto, lesão parcial ou completa dos tendões do manguito rotador, bursite e lesões da cartilagem da cabeça umeral.
  • Cotovelos: Epicondilite medial e lateral. É uma inflamação na inserção dos tendões responsáveis pelos movimentos do punho e do antebraço.
  • Punhos e mãos: Tendinite, luxação ou fratura.

Saiba como se prevenir e minimizar os riscos de lesões

Uma das formas de prevenir o desenvolvimento de lesões é por meio da dosagem correta do volume de treinos e das horas gastas em cada um.

Além disso, por se tratar de uma atividade física, é importante dedicar um tempo de pelo menos 10 minutos para o aquecimento antes de começar os treinos. E evitar carregar bolsas pesadas com os equipamentos durante o jogo.

A fisioterapia  também tem um papel de destaque no esporte e pode ajudar a prevenir lesões no golfe.

A importância da fisioterapia

A fisioterapia conta com exercícios focados para a prática do golfe, desde alongamentos musculares até atividades de fortalecimento, que ajudam a melhorar o desempenho do golfista e a prevenir o desenvolvimento de lesões.

O golfe é um esporte seguro para todas as idades, mas assim como qualquer outra atividade física, requer cuidados para prevenir o desenvolvimento de lesões.

Com a fisioterapia, treinos dosados entre a prática de tacadas e o condicionamento físico, mais alongamentos, as lesões vão passar longe.

Você pratica golfe ou outros esportes? Acesse nosso site: www.soniatakara.com.br  para conhecer nossos serviços. Se preferir entre em contato 11 4777-9311 ou pelo whatsapp: 11 99935-4370.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Fechar Menu